delifinal

Imagine um lugar onde você pode saborear uma receita contemporânea e pagar com preço justo, preparada por Chefs com experiência internacional e ingredientes fresquinhos e selecionados, como curry, marsala, gengibre, sal rosa, orégano fresco, queijos suíços, pata negra e azeites trufados e aromatizados.

Isso é o Bertrand. Um restaurante para quem quer comer fast, mas não quer comer mal.E para quem quer comer bem, mas não quer esperar.

O comum é um restaurante de alta gastronomia ter garçons. O Bertrand não tem. Também é comum que, nestes restaurantes, a conta seja cara. No Bertrand, não é. Mais comum ainda é ter que esperar o prato chegar.

É por isso que o Bertrand é diferente de tudo. Ele segue um novo conceito em restaurantes de alta gastronomia que já é sucesso na Europa e acaba de chegar ao Brasil.

As receitas internacionais com um toque brasileiro são criações do Chef Robson Guerra, que trabalhou com alguns dos melhores Chefs do mundo, como Gordon Ramsay.

Mesmo que só tenha 10 minutos para almoçar ou esteja sem tempo para sentar, você terá o prazer de saborear pratos excepcionais e sobremesas de tradição francesa.

Realmente o Bertrand é fora do comum.

Shopping Città America, Loja 108J, Barra da Tijuca. Telefone (21) 20253890. De segunda a sexta das 7h30 as 19h30 e aos sábados das 10 as 16h. Aceita cartões de débito e crédito.

Fotos: divulgação

BC

Desde fevereiro, a Barra da Tijuca ganhou um super presente: o melhor pão!

Boulangerie Carioca é a mais nova sensação da Barra da Tijuca. Um misto de padaria e bistrô. Perfeita para uma refeição leve e para levar para casa os melhores pães, doces, quiches, focaccias e tudo mais.

A cozinha comandada pelo chef Vitor Chuairi (que trabalhou ao lado do renomado chef Christophe Lidy), apresenta um  cardápio com pratos bem equilibrados e deliciosos, como os risotos, as massas e os sanduíches.

Isso sem contar com uma carta de bons vinhos e cervejas artesanais.

Como cliente, quase que diário, a minha dica são as baguetes quentinhas e perfeita, o croque-monsieur, além de doces como tartelettes de frutas vermelhas ou nozes, éclair, queijadinha e macarons.

Vale a visita.

Rua Olegário Maciel, 555 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ – (21) 3518-3209 – Diariamente, das 7h às 20h – Aceita cartões todos os cartões de crédito e débito.

Fotos: divulgação

 

blog

Hoje em dia, é muito difícil encontrar alguém que não goste das comidinhas de rua.  Aquelas que salvam a gente de muitos apertos do lanche rápido, do famoso “10 minutos antes de voltar para o trabalho”.

E o mais bacana que estamos encontrando a cada dia que passa um cardápio mais pop, com uma criatividade incrível e mais modernos do que aqueles antigos e famosos “hot dogs” e os “X-tudo” da vida!

Sanduíches, saladinhas, doces bem transados e deliciosos são encontrados hoje nas feiras gastronômicas, nas feiras livres, em eventos de rua.

Ontem tive a oportunidade de experimentar 3 dessas comidinhas que podem estar no cardápio de qualquer restaurante, lanchonete ou café da cidade.

Começo com o sanduíche chamado de Porchetta. A combinação de 3 cortes de porco com molho picante harrisa, dentro de um pão de leite. Receita, tanto do sanduba como do pão, do chef/padeiro/publicitário Neto Pieroni do projeto Mané Maná.

Depois outro sanduba da criação do Chef Neto. O Shangai Pork Belly. Uma mix de carne da barriga do porco com picles asiático no pão de leite.

Os dois são dignos de qualquer cardápio!

E para dar um adocicada em tudo, um brioche de canela e chocolate e um café especial do Café La Furgoneta. Tudo feito com carinho pelo carioca Luiz Augusto da Silva e da dinamarquesa Maria Louens Hirsch. Os dois são craques como baristas e vendendo os brownies, muffins, brigadeiros e bombons especiais, além do famoso brioche de canela e chocolate.

Então vale a pena continuar comendo na rua? Acho que sim! Com paladar maravilhoso e toques de uma culinária moderna.

Pra acompanhar esses dois craques da streetfood, sigam aqui:

http://www.cafelafurgoneta.com/

https://www.facebook.com/manemanafood?fref=ts

shin miura.

Quando comecei a frequentar o Centro do Rio de Janeiro para trabalhar, para participar de reuniões de negócios, descobri, um dia explorando as lojas do antigo Edifício Central, um “oásis” da culinária japonesa.

Lembro bem de chegar lá pelo início dos anos 90 e sentar no balcão e ter uma equipe animada, com o saudoso e alegre sushi-man cearense (claro!) Tião e um garoto calado e super-profissional e que já mandava bem nos excelentes cortes de sushis e sashimis. Esse garoto que hoje comanda muito bem duas cozinhas (Shin Miura no Centro e o Sêido no Jardim Botânico) é o grande Chef Nao Hara.

Desde lá, tenho ido com frequência ao Shin Miura em minhas visitas ao centro da cidade. E a cada vez uma surpresa maravilhosa no cardápio.

Já se vão 40 anos de excelente gastronomia japonesa atendendo os “executivos de plantão” que trabalham ou estão pelo centro da cidade.

E o bom, como sempre é sentar no balcão, comer um rodizio especial ou pedir e ver a preparação dos pratos do chamado “Esqueminha”, que o Chef Nao considera o seu menu degustação, com uma sequência de pequenas porções, que pode ter até 6 pratos, como um espeto sushi de atum semi grelhado, recheado com foie gras e sorvete de shoyu com mel. Que tal?

Acredito que um dos segredos desse sucesso de 4 décadas é o cuidado com a seleção de peixes de primeira, que confesso continuar com a mesma qualidade que vêm mantendo a fama e tradição do local.

Vale muito a pena um almoço por lá.

shinmn02

Shin Miura – Avenida Rio Branco, 156 – 2ª sobre-loja – Centro – Shopping Avenida Central, Rio de Janeiro – RJ, 20040-901 Tel.: (21) 2262-3043.  Aceita cartões der crédito e débito.

 

10961981_884375044940034_3886688_n

Na quinta-feira , 12 de fevereiro, fui convidado para experimentar o famoso Cupim Burguer do Chef Rodrigo Mendes.

Como o hambuguer é a bola da vez da gastronomia, fui lá experimentar e entender o que é o Cupim Burger.

Já tinha falado no sucesso de outra receita do Rodrigo, o hot-dog de lingüiça de cordeiro.

Já o Cupim Burguer. Melhor ainda! Uma carne bem suculenta e ideal para hamburguers, com pão no ponto, acompanhado de tomates assados, batatas também assadas com um tempero leve e saboroso e o alho confit. Realmente uma delicia e sucesso.

Em poucas horas foi uma centena de Cupim Burger, Impressionante!

Quanto ao Chef Rodrigo Mendes, ele busca referências caseiras, agregando a elas técnicas, conhecimentos e diz que a sua avó paterna, foi a sua maior fonte inspiradora. “Alimentar a alma é o propósito – uso isso até como um slogan – mas também precisamos estar satisfeitos fisicamente. Não adianta somente ter conceito e beleza… Uma boa cozinha necessita de sabor e sustância. Quero passear entre o que é normal à nossa cultura, sem muitas invenções”. Dessa forma, o cozinheiro carioca já comandou cozinhas como a do Racoon Restaurante, Boomerang Mix, além de passagens pelo renomado Louise Brasserie, em Porto Alegre e O Bar Do, um recente Gastro Bar na zona sul do Rio.

Hoje, presta consultorias e faz eventos em bares e feiras com a tão falada street food ou tão somente comida de rua, uma vertente que está na veia e no gosto desse cozinheiro

Fica a dica: Cupim Burguer. O projeto é itinerante. Nessa ultima quinta aconteceu no Classic Beach Club no Posto 2 da Praia da Barra. O próximo? Em breve, será divulgado.

10997119_887711321273073_1854060855_n